ABRIL

Categoria: PSD Paços de Ferreira

Um concelho.
Livre, onde a opinião, igual ou contrária, não acarreta represálias.
 Livre, onde não se apagam opiniões e comentários na página oficial do Município.
Livre, onde a partilha é a base da construção de um território. Livre, onde os interesses pessoais jamais se sobrepõem aos interesses colectivos.
Livre, onde todos os eleitos são respeitados.
Livre, onde a hierarquia não representa autoritarismo.
Livre, onde do pluralismo traçamos uma estratégia conjunta.
Livre, onde ninguém é movido por interesses individuais.
Livre, onde os dirigentes associativos realizam aquilo que são os seus projectos de intervenção e não aquilo que são as ideias de um qualquer, auto-intitulado, “dono disto tudo”.
Livre, onde as pessoas não são empurradas para cargos como moeda de troca de algo.
Livre, onde os jovens têm oportunidade de discordar e podem participar ativamente.
Livre, onde os movimentos cívicos não são utilizados como trampolins políticos de ninguém. Livre, onde os diferentes órgãos políticos têm a sua liberdade e independência.
Livre, onde todos comungam de confiança entre os agentes sociais e políticos.
 Por fim, um concelho Livre, onde o telefone de uma mãe não toca com ameaças ao seu filho, por este ter tido uma opinião discordante dos supostos donos de um território.
Este é o Abril que eu ambiciono para Paços de Ferreira!
Um concelho Livre será um concelho grande e cada vez melhor para se viver.
Porque Cumprir Abril não é igual a comemorar Abril.
Cumprir Abril é uma missão diária, sobretudo para aqueles que ocupam cargos públicos em representação de um povo.
Cumprir Abril, não é invocar a “Grândola Vila Morena” e alterar-lhe a letra olhando para o seu próprio umbigo.
Cumprir Abril é sorrir, com um cravo na mão, com partilha em comunidade, com o exemplo que nos deram os nossos militares de que não é com sangue que se atinge a liberdade, mas sim com diálogo, envolvimento, estratégia, partilha e sorrisos.
Sim, sorrisos!
Partilhemos muitos sorrisos no nosso concelho com a esperança de uma Nova Atitude.
Miguel Pereira